Veículos

Vale a pena comprar carro em leilão no Brasil? Vantagens e Desvantagens

Você já deve ter ouvido falar por aí que comprar carro em leilão é uma boa ideia para quem quer economizar dinheiro. Mas será que vale a pena mesmo? Para te ajudar a decidir se esse é um bom negócio preparamos aqui um guia rápido de vantagens e vantagens para tirar suas principais dúvidas sobre esse assunto.

Para participar do leilão é preciso ficar de olho nas datas oficiais do Detran, o que costuma ser informado no site e na mídia local. Nesta semana, por exemplo, foi anunciado o leilão de carro Detran MG.  Ao longo do processo de leilão você poderá avaliar se há opções de acordo com o seu perfil e orçamento e poderá fechar o negócio diretamente com o Detran em um processo de contrato de compra e venda facilitado e bem mais fácil de aprovar do que os financiamentos de banco – principalmente para quem não tem um bom score de crédito.

Vantagens

Entre as principais vantagens ressaltadas pelos especialistas e por quem já optou por essa alternativa de compra está:

  • Preço abaixo do mercado;
  • Bom negócio para quem quer comprar barato para reformar ou revender
  • Sem juros, para aquisição imediata
Nesse caso a principal, se não única, vantagem de comprar um carro em leilão é o preço. Para se ter uma ideia tem leilões com lance mínimo de R$ 600 e alguns não passam de 10 mil. Para ter um carro quitado, pode até vir a ser uma boa ideia. O que vai te dizer se é um bom negócio ou não é o carro em si.

Desvantagens

  • Carro não tem revisão ou garantias e poderá ter avarias e defeitos;
  • Carro pode ter pendências no Detran a ser quitadas (maior parte deles tem, por isso foram leiloados);
  • Pode ter dificuldade para revender caso o documento informe que se trata de um carro de leilão.

Então vale a pena comprar carro em leilão?

Em geral, não vale a pena comprar um carro no leilão se a sua ideia é usá-lo no dia a dia. Para fazer uma compra segura é preciso colocar tudo na ponta do lápis para ver se não há uma ilusão de desconto, isto é não é somente o preço que o Detran do estado está cobrando para a venda, como também irregularidades na documentação que devem ser quitadas e também chamar um bom mecânico para te assegurar sobre as condições do veículo, já que o Detran não fornece estas garantias. Para quem não tem muita possibilidade de investimento ou aprovação de um financiamento, por exemplo, pode se tratar de uma boa ideia para quem já tem um dinheirinho guardado para a aquisição do carro próprio.